segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

TEMPO...


O TEMPO ESTÁ PASSANDO RÁPIDO DEMAIS. A VIDA ESTÁ FICANDO CADA VEZ MAIS CURTA. ISSO ME DÁ MEDO, CAUSA PÂNICO.

TENHO MEDO DE NÃO DAR TEMPO DE FAZER TUDO AQUILO QUE ME FAZ FELIZ.
TENHO MEDO DE NÃO DAR TEMPO DE CONHECER AQUELE LUGAR INCRÍVEL QUE EU SEMPRE QUIS VER.
TENHO MEDO DE NÃO DAR TEMPO DE TER O PRAZER DE VER UMA VIDA CRESCER DENTRO DE MIM.
TENHO MEDO DE QUE SE ISSO ACONTECER NÃO POSSA ACOMPANHAR SEUS PASSOS, VÊ-LA CRESCER, ESTAR AO SEU LADO.

O TEMPO ESTÁ PASSANDO RÁPIDO DEMAIS, NA VELOCIDADE DA LUZ. ELE CARREGA CONSIGO TODAS AS MINHAS NOITES DE ANGUSTIA, DE DESESPERO, NOITES DE FALSAS PROFECIAS, ILUSÕES COMPRADAS, ATÉ MESMO ROUBADAS. LEVA CONSIGO A CERTEZA DE QUE TUDO E FINITO, DE QUE SOU MORTAL E QUE MEU TEMPO AQUI ESTÁ TERMINANDO.

O TEMPO ESTÁ PASSANDO RÁPIDO DEMAIS, E LEMBRO COM SAUDADE DA AURORA DA MINHA INFÂNCIA, ONDE TUDO ERA MAIS LENTO, ONDE TUDO PARECIA TÃO CERTO, EM SEU DEVIDO LUGAR. ONDE EU PODIA SONHAR SEM ME PREOCUPAR COM OS PORENS. ONDE SORRIR ERA TÃO FÁCIL, ONDE A DOR ALUCINANTE AINDA NÃO TINHA TOMADO CONTA DO MEU PEITO. ONDE EU AINDA NÃO CONHECIA O DESPREZO, O ABANDONO, O VAZIO, A CRUELDADE E A SOLIDÃO.

O TEMPO ESTÁ PASSANDO RÁPIDO DEMAIS LEVANDO PARA LONGE O AMOR DA MINHA VIDA. ME DEIXANDO NO CORAÇÃO A MAIS COMPLETA CERTEZA DE QUE ELE NÃO VOLTA MAIS, DE QUE NUNCA MAIS VOU VÊ-LO.

NESSA CERTEZA DA RAPIDEZ DO TEMPO DO TIC-TAC INCESSANTE, DESCONCERTANTE SOBREVIVO, NÃO VIVO, AO CAOS QUE MINHA VIDA SE TORNOU. OLHO NO ESPELHO E VEJO QUE TODOS OS LUGARES ME LEVAM AO CAMINHO QUE HOJE ESTOU. NÃO POSSO ME ILUDIR TENTANTO IMAGINAR QUE OUTRAS DECISÕES ME FARIAM DIFERENTE, ME LEVARIAM A LUGARES DIFERENTES, QUE HOJE EU ESTARIA BEM. NÃO, ISSO É A MAIS PURA BOBAGEM, SÓ VIVEMOS AQUILO QUE NOS É PERMITIDO E TOMAMOS DECISÕES QUE MESMO ANTES DE NASCER JÁ ESTAVAM DECIDIDAS, TATUADAS EM NÓS. NÃO VOU ME PERMITIR VIVER DE SE E DE TALVEZ, O QUE IMPORTA E O QUE FAZER DAQUI PARA FRENTE.

O TEMPO ESTA PASSANDO DEPRESSA DEMAIS LEVANDO COM ELE O MELHOR DE NOS DEIXANDO APENAS A SAUDADE, A TRISTEZA DE COISAS QUE NÃO VIVEREMOS JAMAIS. O TEMPO LEVA COM ELE AQUELE MOMENTO VIBRANTE, AQUELA EPOCA PERFEITA.

SE EU PUDESSE TER UM PODER SERIA O DE PODER PARAR O TEMPO, NÃO PARA QUE ELE NÃO CONTINUASSE, MAS PARA QUE EU ME ALIMENTASSE DEMASIADAMENTE DAQUELES SEGUNDOS TÃO PRECIOSOS QUE CONSISTEM NO MELHOR QUE IREMOS LEVAR DA VIDA. POIS E VIVEMOS TANTO, SORTE DE QUEM PODE DIZER ISSO, MAS DE TANTO TEMPO QUE VIVEMOS SOMENTE ALGUNS SEGUNDOS REALMENTE VALERAM A PENA.


LENI SILVA

Nenhum comentário: