sábado, 17 de janeiro de 2009

Meu quarto está desarrumado...


Meu quarto esta desarrumado. Vejo roupas, papéis, fotos, objetos espalhados. Preciso arrumá-los, organizar, colocar cada coisa em seu devido lugar.

Me perco nesse mundo abandonado e já esquecido de meu quarto. Olho para tudo e vejo, minhas lembranças, minhas emoções, meus sentimentos, o que sou, minha alma, meu coração.

Me permito esquecer... Me permito abandonar... Me permito chorar outravez e... quase sempre.

No meio da bagunça encontro traços de sonhos meus, de quem fui, quem quis ser e quem me tornei.

Encontro ilusões perdidas, momentos vividos, decisões tomadas, dor, muita dor.
Aqui, nesse mórbido silêncio, percebo:

- amo minha familia,
- amo meus amigos e os aceito exatamente do jeito que são,
- jamais desejaria ser outra pessoa,
- já vivi momentos de completa agonia, mas também ja vivi momentos de completa felicidade,
- não posso mudar quem eu sou, mas posso ser melhor para mim mesma e para quem esta ao meu redor,
- não me arrependo de coisas que não fiz e palavras que não disse, sei que se não tomei certas atitudes era porque simplesmente não deveriam ser tomadas, quando alguma coisa é para ser todo o universo conspira a seu favor,
- acredito que quem ama de verdade supera barreiras, fica com você independentemente de classe social, de sua aparencia fisica,
- quem te ama não tem vergonha de você
- quem te ama não vai esperar amadurecer para te dizer isso,
- quem te ama vai fazer de tudo para ficar do seu lado.

Vou arrumar meu quarto e dessa vez vou mudar as cores de sua parede, comprar móveis novos, guardar os velhos em minha memória, comprar uma nova cortina, colocar cada coisa em seu devido lugar.

Vou arrumar meu quarto e deixar que alguns sentimentos se desapequem de mim.
Antes de arrumar meu quarto preciso que você saiba:

Paulo eu amo você!
Quis te dizer isso quando descemos do ônibus, mas... não era para ser. Agora eu sei disso. Sei que você não pode compreender esse sentimento, não nesse momento, mas está muito próximo. O que eu sinto por você é eterno, não tem nada haver com quem você é ou sua aparência fisica, é amor simplesmente. Nossos mundos jamais irão se cruzar, tenho meu destino e você tem o seu, mas saiba que apesar de tudo é muito bom amar você.

Vou arrumar meu quarto e prepará-lo para você filha, sei que aguarda meu chamado. Tenho muito amor dentro de mim, tenho muito sofrimento também, quero que fique em mim só o melhor para que eu possa doar completamente a você minha filha.

Meu quarto está bagunçado, mas não será por muito tempo, meus objetivos são mais claros agora.

Vou arrumar meu quarto, mas não me arrependo dessa bagunça, pois ficarão para sempre em minha alma tudo o que eu vivi e como sou feliz por dizer que amo e sou amada.

Leni Silva.

Nenhum comentário: