sábado, 2 de agosto de 2008

Despedida...

Quando um dia tudo isso passar vou sentir falta de amar você.
Quando um dia toda a dor se for, farei um minuto de silêncio por esse amor.
Quando um dia a distância se fizer entre nós, estarei só.
Quando um dia estiver limpando meu quarto e encontrar seu retrato
irei chorar por não ter vivido esse amor.
Quando um dia, não tão distante, eu me lembrar de você
recordarei tudo o que senti para te esquecer.
Você não tem culpa por não me querer e eu tão pouco de amar você.
Nossos mundos nos separam, nossas vidas jamais se cruzarão.
Busquei razões, motivos e sentido para tanto querer e
descobri que simplesmente amo você.
Você jamais irá saber o quanto minha alma te chama, o quanto te necessito.
Você jamais irá saber que eu faria tudo para te ter.
Não pense que é uma recaída, e sim uma despedida.
Finalmente, devagarinho, você está me deixando,
saindo de mim. Hoje, consigo te olhar e não mais sofrer.
É difícil, tenho um longo caminho a percorrer, mas eu vou te esquecer.
Venho aqui me despedir, dizer adeus, não posso sofrer mais,
isso me esgota, faz minha vida ficar parada e que eu me sinta um nada.
Isso é ruim não faz bem amar assim, amor deve trazer felicidade para mim.
Amor a dois é sublime, luz sem fim.
Amor de um é estar perdida num lugar comum.
Adeus meu amor, venho aqui me despedir, tenho certeza, essa é a única saída.

LENI SILVA

Nenhum comentário: