segunda-feira, 19 de maio de 2008

Penso em ti como se já o conhecesse.

Penso em ti como se já o conhecesse,
Busco tua voz, em todos os sons que ouço, no acorde da guitarra, no som fascinante do violão, da música mais lenta, que fala de amor.
Um amor que ainda não vivi, mas é tão forte em mim.
Ando pela cidade e procuro teu olhar na multidão, anseio tua presença.
Desejo falar teu nome bem baixinho ao coração
Passeio pela minha memória e tento encontrar em que momento da minha vida eu vivi esse amor, em que momento estive contigo e não notei, quando foi que eu te perdi, quando esteve comigo e eu não percebi tua presença, porque choro a saudade de um amor que eu não conheço?
Onde estás que eu não te vejo, com quem conversa nesse momento, a quem entrega teus pensamentos?
Por onde anda amor da minha vida, minha alma gêmea, que não te encontro?
Porque demoras para retornar a tua casa?

Leni Silva.

Nenhum comentário: